Diesel se aproximando da paridade de preço doméstico de refinaria e preço internacional

RIO – De acordo com a atualização mais recente, em 1º de junho de 2020, o preço médio do diesel na refinaria nacional ficou R$ 0,05/litro (ou 3,1%) abaixo do preço no Golfo do México (EUA). Contribuiu para o resultado, o aumento de 4,6% no preço internacional do diesel, com relação ao preço da semana anterior (26/05), e a redução de 2,1% na taxa de câmbio (R$/US$). Em 27 de maio, a Petrobras realizou um aumento de 7% no preço de refinaria do diesel.

Veja o histórico dos últimos 12 meses no gráfico abaixo:

Na média semanal (de 26 de maio a 1º de junho), o preço do óleo diesel na refinaria nacional ficou R$ 0,02/litro (ou 1,5%) abaixo do preço no Golfo do México (EUA).

O preço da gasolina doméstica ficou R$ 0,23/litro (ou 14,8%) abaixo do preço no Golfo do México (EUA), em 1º de junho. O resultado teve influência do aumento de 4,5% no preço internacional da gasolina, com relação a semana anterior, e da variação da taxa de câmbio, já citada. A Petrobras realizou um aumento no preço nacional da gasolina, de 5%, em 27 de maio.

Acompanhe a variação nos últimos 12 meses:

Na média semanal (de 26 de maio a 1º de junho), o preço da gasolina na refinaria nacional ficou R$ 0,17/litro (11,1%) abaixo do preço do Golfo do México (EUA).

Nesta semana, os preços do petróleo e, consequentemente os da gasolina e do diesel no mercado internacional, foram impulsionados por expectativas sobre reunião dos membros da OPEP+, prevista para ocorrer ainda em junho. Espera-se que os grandes produtores concordem em estender os atuais cortes de produção, de 9,7 milhões de barris por dia, para julho e agosto. Porém, sabe-se que os membros da OPEP+ estão cientes de que um aumento do preço do barril de petróleo propiciará o retorno de produtores de shale oil nos Estados Unidos, sendo necessário o encontro do equilíbrio no mercado. Os estoques norte-americanos de petróleo e o retorno de atividades em alguns países após os lockdowns relacionados ao coronavírus, também, influenciaram o preço do petróleo.

Veja a variação anual.

(Fonte: CBIE)

Comments are closed.

Navigate
EnglishPortuguese