Preço da gasolina e diesel sobem e voltam a ficar acima do mercado internacional

RIO – Na semana na qual a Petrobras anunciou um lucro recorde após quatro anos de prejuízos, a política de preços da estatal contribuiu para que o valor praticado nas refinarias nacionais voltarem a ficar acima do mercado internacional, referenciados no valor por litro do combustível comercializado do Golfo do México (EUA). Na semana anterior, os preços haviam ficado abaixo do valor praticado no mercado internacional pela primeira vez em 2019.

Na última semana de fevereiro, os preços apresentaram grande alta e o que contribuiu para fechar o mês novamente com defasagem positiva. No dia 25 de fevereiro, de acordo com a atualização mais recente, o preço de produtor da gasolina subiu R$ 0,24 e do óleo diesel R$ 0,13 por litro comercializado em relação à semana anterior.

A gasolina fechou a semana, de 18 a 25 de fevereiro, com o preço nas refinarias nacionais R$ 0,13/litro acima do preço praticado no Golfo do México (EUA). Já o preço de produtor do óleo diesel acompanhou a tendência e encerrou R$ 0,08/litro acima.

A defasagem do preço da gasolina está R$0,13/litro acima do preço do Golfo do México (EUA). Fonte: CBIE
A defasagem do preço da gasolina está R$0,13/litro acima do preço do Golfo do México (EUA). Fonte: CBIE
Acompanhe o balanço completo mensal na Revista Energia Em Foco.

O Centro Brasileiro de Infraestrutura (CBIE) atualiza semanalmente o gráfico da defasagem entre os preços do mercado brasileiro e as tarifas praticadas no mercado internacional com base nos dados fornecidos pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), pelo Banco Central do Brasil (Bacen) e pela Administração de Informação de Energia dos EUA (EIA, na sigla em inglês).

A defasagem do preço do óleo diesel está R$0,08/litro acima do preço do Golfo do México (EUA). Fonte: CBIE
A defasagem do preço do óleo diesel está R$0,08/litro acima do preço do Golfo do México (EUA). Fonte: CBIE
Acompanhe os dados do mercado aqui!

Comments are closed.

Navigate
EnglishPortuguese