Preço nacional da gasolina se mantém abaixo do preço internacional e do diesel na paridade

RIO – De acordo com a atualização mais recente, em 3 de agosto de 2020, o preço médio do diesel na refinaria nacional ficou R$ 0,02/litro (ou -0,8%) abaixo do preço no Golfo do México (EUA). O resultado teve influência da redução de 2,7% no preço internacional do diesel, com relação ao preço da semana anterior (27/7), e da elevação de 2,3% na taxa de câmbio (R$/US$). A Petrobras não realizou ajuste no preço do diesel na refinaria nacional durante a semana em análise.

Veja o histórico dos últimos 12 meses no gráfico abaixo:

Na média semanal (de 27 de julho a 3 de agosto), o preço do óleo diesel na refinaria nacional ficou R$ 0,001/litro (ou 0,1%) acima do preço no Golfo do México (EUA).

O preço da gasolina doméstica ficou R$ 0,12/litro (ou 6,7%) abaixo do preço no Golfo do México (EUA), em 3 de agosto. Contribuiu para o resultado, a redução do preço internacional da gasolina em 6,3%, com relação à semana anterior, e a variação da taxa de câmbio, citada acima. A Petrobras reduziu em 4% o preço da gasolina na refinaria nacional.

Acompanhe a variação nos últimos 12 meses:

Na média semanal (de 27 de julho a 3 de agosto), o preço da gasolina na refinaria nacional ficou R$ 0,07/litro (4,1%) abaixo do preço do Golfo do México (EUA).

Na semana em análise, o preço barril de petróleo permaneceu influenciado por preocupações de que uma segunda onda do coronavírus (COVID-19) possa prejudicar a retomada das atividades, sobretudo, nas principais economias. Outro fator que contribuiu para a variação dos preços do petróleo foram os balanços das grandes companhias petrolíferas americanas, que indicaram prejuízos acentuados no segundo trimestre do ano, em decorrência da pandemia que impactou as condições de oferta, preços, margens e volume de vendas das companhias.

Houve, também, a influência da queda dos estoques norte-americanos da commodity, segundo dados divulgados tanto pelo Departamento de Energia dos Estados Unidos (DoE, na sigla em inglês) quanto pelo Instituto Americano de Petróleo (API, na sigla em inglês). Além disso, os sinais de recuperação no segundo trimestre tanto dos Estados Unidos quanto da China contribuíram para a valorização do preço do petróleo.

Veja a variação anual.

(Fonte: CBIE)

Comments are closed.

Navigate
EnglishPortuguese