Bandeira tarifária: custo extra com produção de energia deve crescer 255% neste ano, prevê Idec

Por Fontes Externas

Valor deve saltar de R$ 8 bilhões, na média histórica, para R$ 28,4 bilhões, segundo projeções do Instituto de Defesa do Consumidor. Custo extra é cobrado nas contas de luz

 

A crise energética deve aumentar em 255% o custo extra para produção de energia neste ano, projeta o Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec).

Esse custo é pago por meio das chamadas bandeiras tarifárias. O sistema de bandeiras é uma cobrança adicional aplicada às contas de luz dos consumidores residenciais e de pequenos negócios, com o objetivo de repassar o aumento do custo de produção.

Os reservatórios das principais usinas hidrelétricas do país estão em níveis históricos muito baixos, o que obrigou o governo a acionar mais termelétricas para garantir o fornecimento de energia. A eletricidade produzida pelas térmicas, porém, é mais cara que a das hidrelétricas.

CONTINUE LENDO!

 

Publicado originalmente pelo G1 Economia.
Crédito da imagem: (Por Vladimir Sukhachev/Shutterstock)

POSTS RELACIONADOS

    SIGA NOSSA NEWSLETTER

    ENERGIA SEMANAL