O que são biocombustíveis?

A produção de biocombustíveis ocorre através de microrganismos e reações provenientes da decomposição de matéria orgânica, ou seja, são combustíveis de origem biológica não fóssil. Podemos chamar de biomassa qualquer material de composição orgânica (de origem animal ou vegetal) usada para produção de energia. Segundo a Agencia Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), os principais biocombustíveis utilizados no Brasil são o etanol e o biodiesel. Contudo, eles também podem ser produzidos através de outras matérias primas como microalgas e madeira. O Brasil é hoje o segundo maior produtor e consumidor mundial de biodiesel.

Os biocombustíveis podem substituir parcialmente ou integralmente os combustíveis fósseis. Além de serem renováveis, por serem praticamente livres de enxofre e outros gases poluidores, eles colaboram para a redução da poluição atmosférica e são considerados uma solução sustentável. A queima correta da biomassa, por exemplo, é pouco poluente, pois não emite dióxido de carbono, já que a sua plantação consome todos os gases que são emitidos pela queima, gerando um ciclo neutro do carbono.  Ademais, os biocombustíveis ajudam a diminuir a dependência em relação aos combustíveis fósseis.

No entanto, em muitos casos, a produção da matéria prima para geração de biocombustíveis exige condições climáticas favoráveis, além de uma grande disponibilidade de terras para que haja o cultivo das matérias primas necessárias. Além disso, a agricultura intensiva exige uma grande quantidade de água e os incentivos para a produção de biocombustíveis varia de acordo com a demanda de outros derivados. No caso da cana, por exemplo, a produção de etanol é sujeita ao preço do açúcar no mercado interno e externo, de modo que muitas vezes são necessárias políticas governamentais para incentivar a produção de combustíveis renováveis.

Podemos ver abaixo como os principais biocombustíveis utilizados atualmente são produzidos e utilizados

Biogás

O biogás é um combustível gasoso produzido a partir da extração de metano e outros gases emitidos na decomposição de lixo e restos orgânicos de animais. A produção do biogás ocorre através de um processo em que a mistura de gases é purificada até ter a qualidade do gás natural. Ela é altamente benéfica ao meio ambiente, pois é capaz de ajudar a conter a emissão de gases tóxicos provenientes da decomposição da matéria orgânica, como o metano, ao transforma-los em energia. Atualmente, o biogás não é muito utilizado no Brasil devido ao seu ato custo de produção. No país, seu uso costuma ocorrer em fazendas e sítios para abastecer veículos e equipamentos rurais.

Foto: Reprodução
Etanol

A utilização do etanol como combustível no Brasil ocorre desde 1975, com a implementação do Programa Nacional de Álcool (Proálcool). No país, a principal fonte de produção é a cana de açúcar, no entanto, no mundo, cerca de 67% da produção de etanol é proveniente do milho.  Segundo dados da OCDE de 2016, a produção mundial de etanol está concentrada nos EUA (52,0%) e no Brasil (25,0%). A produção de etanol a partir da cana-de-açúcar ocorre através da moagem da cana, seguida pela produção e fermentação do melaço. No melaço são acrescentados fermentos biológicos capazes de transformar a matéria orgânica em mosto fermentado que será posteriormente destilado e transformado em etanol.

Foto: Reprodução
Biodiesel

Passou a ser adotado no Brasil a partir de 2004, com o objetivo de reduzir a dependência nacional no diesel. A soja e a mamona são as principais fontes de produção de biodiesel. No entanto, outras fontes de óleos vegetais podem ser utilizadas como o milho, a palma, o girassol, a beterraba, o amendoim, além de outros resíduos orgânicos, como os restos de gorduras de animais. O óleo retirado destes elementos é misturado ao metanol e em seguida, esta mistura é catalisada, dando origem ao biodiesel. Trata-se de um produto biodegradável, ou seja, não polui ou agride o meio natural. Além de contribuir para a redução de gases poluentes, o biodiesel é seguro, não é tóxico e mais lubrificante.

Foto: Reprodução

(Fonte: CBIE)

Comments are closed.

Navigate
EnglishPortuguese