VOCÊ SABIA COMO É FEITO O APOIO MARÍTIMO ÀS PLATAFORMAS DE PETRÓLEO?

Por CBIE

Embarcações de diversos tipos fornecem o apoio logístico às plataformas de petróleo, levando os suprimentos necessários para suas operações e prestando numerosos serviços, tais como: transporte, montagem e lançamento de equipamentos e tubulações; manuseio de âncoras; apoio a serviços de manutenção em plataformas e estruturas submersas; transporte de pessoas; combate a incêndios e à poluição, entre outros. Cada embarcação da Frota de Apoio Marítimo presta alguns destes serviços ou se especializa em algum deles.

Os tipos mais comuns de embarcações de apoio offshore (conhecidos em inglês como Offshore Supply Vessels – OSV) são:
<ul>
<li>Platform Supply Vessel (PSV – navio de apoio a plataformas), formando a maior parte da frota mundial e brasileira de apoio offshore. Projetado para ter grande capacidade de armazenagem com o objetivo de abastecer as instalações offshore (plataformas). Medem de 60 a 100 metros de comprimento e tem em torno 5.000 HP de potência efetiva.</li>
</ul>
<p style=”text-align: center;”><strong>Figura 1 – Navio de Apoio a Plataforma (PSV)</strong></p>
<img class=”size-medium wp-image-1449 aligncenter” src=”https://cbie.com.br/wp-content/uploads/2018/11/essa-300×216.png” alt=”” width=”300″ height=”216″ />
<ul>
<li>Anchor Handling, Tug and Supply (AHTS – navio de suprimento, reboque e manejo de âncoras). Uma embarcação híbrida que atua como rebocador, manuseio de âncoras e transporte de suprimentos. Medem de 60 a 80 metros de comprimento e tem em torno 6.000 a 20.000 HP de potência efetiva.</li>
</ul>
<p style=”text-align: center;”><strong>Figura 2 – Navio de Apoio, Reboque e Manejo de Âncoras (AHTS)
<img class=”alignnone size-medium wp-image-1450″ src=”https://cbie.com.br/wp-content/uploads/2018/11/essa2-300×195.png” alt=”” width=”300″ height=”195″ />
</strong></p>
Em razão das crescentes exigências impostas por órgãos de controle ambiental para a operação dos campos petrolíferos, as embarcações do tipo Oil Spill Recovery Vessel (OSRV – navio para recuperação de derramamento de óleo) têm tido maior relevância nesta década. Construído com sistemas elétricos blindados devido às condições insalubres onde está projetado para operar. Possui equipamentos para aspirar o óleo derramado e armazenar num tanque a bordo.
<p style=”text-align: center;”><strong>Figura 3 – Navio para Recuperação de Derramamento de óleo (OSRV)
<img class=”alignnone size-medium wp-image-1451″ src=”https://cbie.com.br/wp-content/uploads/2018/11/essa3-300×96.png” alt=”” width=”300″ height=”96″ />
</strong></p>
Outros tipos de embarcação que se destacam em fases específicas do processo exploratório:

(1) Pipe Laying Support Vessel (PLSV – navio para lançamento de linhas submarinas). Embarcações que lançam e recolhem linhas no mar, utilizadas para conectar as plataformas a sistemas de produção.
<p style=”text-align: center;”><strong>Figura 4 – Navio para Lançamento de Linhas Submarinas (PLSV)</strong></p>
<img class=”size-medium wp-image-1452 aligncenter” src=”https://cbie.com.br/wp-content/uploads/2018/11/essa4-300×171.png” alt=”” width=”300″ height=”171″ />

(2) Research Supply Vessel (RSV – Navio de Pesquisa Científica),
<p style=”text-align: center;”><strong>Figura 5 – Navio para Lançamento de Linhas Submarinas (OSRV)
<img class=”alignnone size-medium wp-image-1453″ src=”https://cbie.com.br/wp-content/uploads/2018/11/essa5-300×188.png” alt=”” width=”300″ height=”188″ />
</strong></p>
(3) Remote Operated Vehicle (ROV) Support Vessel (RSV – navio com operação de robô submarino),
<p style=”text-align: center;”><strong>Figura 6 – Navio para Lançamento de Linhas Submarinas (OSRV)</strong></p>
<img class=”size-medium wp-image-1454 aligncenter” src=”https://cbie.com.br/wp-content/uploads/2018/11/essa6-300×152.png” alt=”” width=”300″ height=”152″ />

(4) Offshore Subsea Construction Vessel (OSCV – navio de construção submarina),

(6) Diving Support Vessel (DSV – navio de apoio aos mergulhadores),

(6) Construction Support Vessel (CSV – navio de apoio à construção),

(7) Inspection, Maintenance and Repair Vessel (IMR – navio de inspeção, manutenção e reparo).

Há ainda OSVs de pequeno porte, sendo três os tipos mais comuns: Line Handling (LH – Embarcação de manuseio de linhas), Utility (UT – Embarcação de caráter geral) e transporte de passageiros (P):
<p style=”text-align: center;”><strong>Figura 7 – Embarcação de manuseio de linhas (LH)
<img class=”alignnone size-medium wp-image-1455″ src=”https://cbie.com.br/wp-content/uploads/2018/11/essa7-300×168.png” alt=”” width=”300″ height=”168″ />
</strong></p>
&nbsp;

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tags:

POSTS RELACIONADOS

    SIGA NOSSA NEWSLETTER

    ENERGIA SEMANAL