Reduz a defasagem negativa entre o preço nacional e o internacional dos combustíveis

Por CBIE

De acordo com a atualização mais recente, em 30 de novembro de 2020, o preço médio do diesel na refinaria nacional ficou R$ 0,20/litro abaixo (ou -9,5%) do preço no Golfo do México (EUA). O resultado deve-se ao aumento de 4,7% no preço internacional do diesel, com relação ao preço da semana anterior (23/11), combinado à redução de 0,9% na taxa de câmbio (R$/US$). O preço nacional do diesel na refinaria teve um aumento de 5% a partir de 26 de novembro de 2020.

Veja o histórico dos últimos 12 meses no gráfico abaixo:

Na média semanal (de 23 a 30 de novembro), o preço do óleo diesel na refinaria nacional ficou R$ 0,26/litro abaixo (ou -12,3%) do preço no Golfo do México (EUA).

 

O preço da gasolina doméstica ficou R$ 0,17/litro abaixo (ou -9,1%) do preço no Golfo do México (EUA), em 30 de novembro. O resultado teve influência do aumento de 3,2% no preço internacional da gasolina, com relação à semana anterior, e da variação da taxa de câmbio, citada acima. A gasolina, também, teve seu preço reajustado pela Petrobras a partir de 26 de novembro em 4%.

Acompanhe a variação nos últimos 12 meses:

Na média semanal (de 23 a 30 de novembro), o preço da gasolina na refinaria nacional ficou R$ 0,24/litro abaixo (-12,3%) do preço do Golfo do México (EUA).

O preço do barril de petróleo, variável importante para o preço internacional de gasolina e do diesel, permaneceu sob influência do avanço da pandemia de coronavírus (Covid-19), com o aumento das restrições em países europeus e a elevação nos casos de infecções nos Estado Unidos (EUA). Por outro lado, houve a expectativa sobre o avanço no desenvolvimento das vacinas contra o vírus. Espera-se que as vacinas contra a Covid-19 ajudem a melhorar as tendências de demanda na economia.

A reunião da Organização dos Países Exportadores de Petróleo e seus aliados (OPEP+), adiada para 3 de dezembro, também, exerceu influência sobre os preços da commodity, dada e expectativa de que o grupo prorrogue o aumento planejado da produção de petróleo no próximo ano, ainda que existam tensões entre os membros do cartel e aliados sobre a extensão das atuais restrições à oferta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tags: Alta de combustível, Barril de petróleo, CBIE, Gasolina, Preço

POSTS RELACIONADOS

    SIGA NOSSA NEWSLETTER

    ENERGIA SEMANAL