Rádio Piauí: Bolsonaro joga diesel na crise

Por Fernando de Barros e Silva, para a Revista Piauí.

SÃO PAULO – O Foro de Teresina é o podcast semanal de política da Revista Piauí apresentado por Fernando de Barros e Silva, José Roberto de Toledo e Malu Gaspar. Episódios novos às quintas-feiras, a partir das 17h.

Na edição da última quinta-feira, 18, o Foro discutiu a interferência do presidente sobre o preço do diesel e a jornalista Malu Gaspar trouxe números do Centro Brasileiro de Infraestrutura (CBIE) sobre os prejuízos da estatal.

“O diesel interfere em toda a cadeia produtiva, na inflação e na Petrobras. O combustível representa 60% da venda de produtos da empresa no mercado”, contou Malu à Radio Piauí. Segundo os cálculos do CBIE, a diferença dos preços praticados pela Petrobras e a flutuação do mercado internacional representa uma perda de R$ 13 milhões por dia, R$ 40 mi por mês e R$ 4,8 bi ao ano.

Por conta disso, a estatal perdeu R$ 32 bilhões em valor de mercado, apenas R$ 25 bi no balanço consolidado anunciado no dia 18. Segundo proposta do professor Adriano Pires apresentada ao podcast, o governo deveria criar um de fundo, sem usar público, pra amortecer o preço do diesel.

Bolsonaro dilmou

A última crise no governo foi provocada pela ordem de Bolsonaro à Petrobras para segurar o preço do diesel. Na tentativa de agradar os caminhoneiros, o presidente desobedeceu o ministro da Economia, Paulo Guedes, e assustou o mercado.

“Bolsonaro nunca foi um liberal. Ele sempre foi um intervencionista. Só acredita que ele é um liberal, que não vai dar pitaco na economia, quem quer se autoenganar”, disse José Roberto de Toledo.

>> Links citados neste episódio:

As manchetes sobre as flutuações do dólar: jornal Destak, revista Exame, jornal Gazeta do Povo e portal InfoMoney.

O perfil do ministro da Economia, Paulo Guedes, escrito pela repórter Malu Gaspar e publicado pela Piauí em setembro de 2018.

(Fonte: RevistaPiauí)

Comments are closed.

Navigate
EnglishPortuguese