O que são e quantas são as UPGNs?

Unidade de Processamento de Gás Natural (UPGN) é uma instalação industrial que realiza a separação das frações pesadas (propano e mais pesados) existentes no gás natural, do metano e do etano, gerando: (I) o gás seco, que contém principalmente metano e etano; (II) o Líquido de Gás Natural (LGN), que contém propano e butano, que formam o Gás Liquefeito de Petróleo (GLP); e (III) a gasolina natural (C5+).
(Fonte: Dicionário do Petróleo)

Existem 14 unidades de processamento de gás natural (UPGNs) no Brasil, sendo que 5 foram construídas após o ano 2000. Na divisão por região, temos uma na Região Norte, sete na Região Nordeste e mais seis na Região Sudeste, conforme observado na tabela abaixo. Apesar de ter uma UPGN a mais, a capacidade de processamento de gás natural é três vezes maior no Sudeste que no Nordeste.

Apesar de existir apenas uma UPGN em operação na Região Norte, a UPGN Urucu, ela é uma das maiores do país, com capacidade de processamento de 12,2 milhões de metros cúbicos por dia (m³/d) e tendo alcançado um fator de utilização de 95% em 2017 (dado mais recente). Esta UPGN é responsável por fornecer gás natural para todas as termoelétricas da região de Manaus e as indústrias da região.

A terceira e a segunda maiores UPGNs do país se encontram na região Sudeste, nos estados do Espírito Santo e Rio de Janeiro, respectivamente a UPGN Cacimbas e Cabiúnas, processando o gás natural de campos marítimos da Bacia de Espírito Santos, Campos e Santos. As duas juntas representam 34% da capacidade de processamento do país, mas a UPGN Cabiúnas processou acima de sua capacidade nominal em 2017 enquanto a UPGN Cacimbas teve um fator de utilização de apenas 51%.

A maior UPGN do Brasil é a de Caraguatatuba, no estado de São Paulo, com capacidade de processamento de 20 milhões de m³/d e fator de utilização de 71% em 2017, a partir de campos offshore na Bacia de Santos. Como a produção de óleo e gás nesta bacia aumentou muito desde então, é possível que atualmente essa UPGN esteja operando perto da capacidade máxima. Inclusive, existem projetos para a construção de novas UPGNs no litoral do estado de São Paulo para aproveitar o gás natural dos campos confrontantes em desenvolvimento do Pré-sal da Bacia de Santos.

Uma UPGN tem como finalidade o refino do gás natural e gás natural liquefeito (GNL). Para o refino do gás se faz necessário sua compressão na entrada das diversas UPGNs e, após o refino, é preciso que o gás residual seja pressurizado até os gasodutos que o levam aos consumidores.

Para que estas tarefas básicas sejam efetuadas são necessários compressores. Compressores são equipamentos que, ao acionamento por motores elétricos ou por turbinas, efetuam a elevação da pressão de um determinado componente que se encontra no estado gasoso.

As UPGNs têm o objetivo econômico de purificar as matérias-primas de gás natural produzido a partir de extração de campos de gás subterrâneos ou na superfície dos líquidos produzidos a partir de poços de petróleo, tornando-o próprio para o consumo.

(Fonte: CBIE)

Comments are closed.

Navigate
EnglishPortuguese