Quantas bacias sedimentares existem no Brasil?

Por CBIE

Uma bacia sedimentar é o resultado do processo de subsidência de uma placa tectônica, que permite o acúmulo e a preservação dos sedimentos. A importância destas bacias para o setor de energia é que nelas se localizam os reservatórios de petróleo e gás natural, de onde são explorados para serem utilizados como combustíveis e outros produtos após o refino industrial.

Os hidrocarbonetos são resíduos de matéria orgânica que se preservam e acumulam em rochas formadoras e migram através da porosidade e permeabilidade dos sedimentos para as bacias, onde ficam presos por trapas e rochas selantes dentro de rochas reservatórios. A duração deste processo todo é calculada em milhões de anos.

O Brasil apresenta grande número de bacias sedimentares, fundamental para a exploração de hidrocarbonetos (petróleo e gás natural). Descobrir onde se localizam exatamente estes reservatórios de hidrocarbonetos através de inúmeras técnicas geológicas e de perfuração e posteriormente explorá-los é o objetivo central da indústria de óleo e gás (<em>upstream</em>).

Existem 30 bacias sedimentares no Brasil, 29 com potencial para descobertas de reservatórios comerciais de petróleo e gás natural. Das 30 bacias, 13 são terrestres (<em>onshore</em>) e 16 são marítimas (<em>offshore</em>), sendo que a Bacia Potiguar é tanto terrestre quanto marítima, conforme apresentado na tabela abaixo.

<a href=”https://cbie.com.br/artigos/quantas-bacias-sedimentares-existem-no-brasil/attachment/01/” rel=”attachment wp-att-2765″><img class=”size-full wp-image-2765″ src=”https://cbie.com.br/wp-content/uploads/2019/05/01.png” alt=”” width=”510″ height=”626″ /></a> Fonte: ANP

As bacias sedimentares brasileiras contabilizam em área 6,4 milhões de quilômetros quadrados dessas formações geológicas, quase três quartos do território nacional. Desses, 4,8 milhões de quilômetros quadrados (76%) estão em terra e 1,6 milhões quilômetros quadrados (24%) em plataforma continental (marítimos), conforme visto no mapa a seguir:

<a href=”https://cbie.com.br/artigos/quantas-bacias-sedimentares-existem-no-brasil/attachment/02/” rel=”attachment wp-att-2766″><img class=”size-full wp-image-2766″ src=”https://cbie.com.br/wp-content/uploads/2019/05/02.png” alt=”” width=”437″ height=”432″ /></a> Fonte: ANP

Atualmente, o Brasil produz petróleo e gás de 12 bacias, sendo as principais as de Santos e Campos, onde se localiza a produção do óleo e gás do Pré-sal. A produção por bacias, segundo os dados de Dezembro de 2018 da ANP, está apresentada na tabela abaixo:

<a href=”https://cbie.com.br/artigos/quantas-bacias-sedimentares-existem-no-brasil/attachment/03/” rel=”attachment wp-att-2767″><img class=”aligncenter size-full wp-image-2767″ src=”https://cbie.com.br/wp-content/uploads/2019/05/03.png” alt=”” width=”726″ height=”447″ /></a>

O Brasil possui um imenso potencial de reservas de hidrocarbonetos a serem exploradas e desenvolvidas em suas bacias sedimentares. Menos de 4% da área sedimentar está contratada e existem duas bacias onde sequer um poço foi perfurado. Enquanto o Brasil em toda sua história perfurou 30 mil poços, os Estados Unidos possuem mais de 1,5 milhões de poços em atividade.

(Fonte: CBIE)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tags: slider

POSTS RELACIONADOS

    SIGA NOSSA NEWSLETTER

    ENERGIA SEMANAL